terça-feira, 23 de setembro de 2008

AUDÁCIAeOUSADIA

O prédio é da década de 40, 50. A construção, majestosa, serviu às primeiras turmas de filosofia, ciências e letras da antiga FAFI, hoje, Unesp campus São José do Rio Preto. Segue o padrão das Unesp´s, campo, árvores frutíferas, verde e pássaros. Mas a natureza é audaciosa e os seus são mto ousados. Na "grandeza" [preciso frisar com aspas e vc precisa lê-las corretamente] das construções do homem pousa descompromissadamente um dos menores pássaros da natureza. Pena eu demorar para localizar aquele canto na manhã do último domingo 22/09.

Se antes, eu teria gravado o som. Mas deu tempo de registrar a imagem. Ele lá, olhando e com seu fino canto literalmente preenchendo todo o espaço da praça em frente ao prédio. O canto me fez procurar por bom tempo até ver o que o tamaninho seu não me mostrou logo de cara: sua singular presença. O canto é a palavra dos pássaros. Todos os outros pássaros estavam calados em seus ninhos, naquele dia frio. Dai imagino tamanha a importância do cantar desse passarinho. Me fez sentir bem. Nossas palavras também são canto. Fiquei por um bom tempo imaginando quais seriam as suas palavras naquela oração em dia frio. Era véspera de primavera.

Um comentário:

beth disse...

E continua frio. Pássaros migrantes por aqui ja aportaram e cantam, sim, lindamente, e nos acordam ao amanhecer. Pelos próximos meses esta será sua rotina e a minha tb. O canto é sp o mesmo. Canta sabiá. Canta como lá!!!!!!!!